Lasers podem ser o próximo passo para a cura da AIDS

Atualmente o tratamento do HIV é feito através de antirretrovirais. Eles são administrados por via oral, chegando ao sangue e aos órgãos, posteriormente. Porém, durante o caminho, estes medicamentos são diluídos, chegando ao destino com concentrações menores do que o ideal.

Nestas concentrações, eles fazem o efeito esperado no sangue, mas não conseguem agir de forma eficiente nos reservatórios do vírus HIV, como os gânglios linfáticos, os pulmões e o sistema nervoso, aonde ele permanece adormecido.

A pesquisadora Patience Mthunzi, do Conselho para Pesquisa Científica e Industrial em Pretória, África do Sul, tem uma proposta para fazer com que os antirretrovirais cheguem aos órgãos reservatórios do vírus: através de lasers.

É difícil imaginar como isso funcionaria, não é? Mas veja a demonstração do experimento in vitro da Drª Mthunzi e se surpreenda!

Fonte: TED.

Igor Cunha

Biomédico, formado pela Faculdade do Espírito Santo - UNES, Mestre em Biociências e Biotecnologia na UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

Últimos posts por Igor Cunha (exibir todos)

Igor Cunha

Biomédico, formado pela Faculdade do Espírito Santo - UNES, Mestre em Biociências e Biotecnologia na UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: