Diagrama capta a influência dos microrganismos em todo o reino animal

Pelo menos 233 espécies de bactérias, vírus e outros vivem dentro, ou sobre, seres humanos e cães.

Essa é uma conclusão de um estudo que combinou animais e seus microrganismos conhecidos e desenhou conexões entre espécies com tripulações microbianas similares. O diagrama abaixo, publicado em 15 de setembro, na Scientific Data, é, literalmente, uma rede social de espécies que se assemelha a um emaranhado de fios vibrantes.

111415_scivis_inline_730

Cada ponto é uma espécie animal, que estão aglutinados em grupos coloridos, como azul claro para os peixes e amarelo para as aves. Os seres humanos têm o maior ponto porque hospedam pelo menos 1.600 microrganismos diferentes. A distância entre os pontos e as linhas que os ligam indicam que muitos microrganismos humanos também residem em cães, porcos e bovinos.

Animais domesticados vivem ao lado de seres humanos, deste modo, a sobreposição microbiana não é surpreendente, diz o co-autor do estudo, Maya Wardeh, um biólogo computacional da Universidade de Liverpool, da Inglaterra. No entanto, os seres humanos compartilham microrganismos com peixes e são vítimas de Cryptosporidium fayeri, um parasita que induz diarreia  e que também infecta o canguru cinzento oriental.

Wardeh e seus colegas dizem que os cientistas podem usar as informações para estudar como várias doenças originam e migram entre as espécies.

Fonte: Science News.

Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.
Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: