As divisões celulares de um zigoto de camundongo são vistas pela primeira vez por microscopia

Um novo microscópio deu aos pesquisadores uma visão mais detalhada dos primeiros dias de desenvolvimento de um camundongo. Pela primeira vez, os cientistas puderam acompanhar a divisão celular de cada célula a partir do zigoto fertilizado até a fase chamada de blastocisto, aonde já existe uma “bola redonda” composta por muitas células, que logo se implanta no útero materno (veja no vídeo mais abaixo as células, marcadas em verde, sofrendo divisão).

Embriões de mamíferos, incluindo camundongos e humanos, são muito sensíveis à luz que é utilizada nos microscópios padrões de alta resolução. Mas uma técnica de microscopia chamada light-sheet, que ilumina apenas uma fatia fina do embrião por vez, minimiza a exposição sofrida pela amostra viva.

Os pesquisadores têm agora concebido um microscópio de light-sheet que pode fazer imagens de mais de um embrião de uma só vez, mantendo-os a uma temperatura estável em seu meio de crescimento. Isto permite que os cientistas observem as diferenças entre os embriões e reconheçam melhor os padrões significativos do desenvolvimento.

Como apresentado pelo grupo na revista Nature Methods, em embriões de ratos, a primeira diferenciação celular acontece quando o embrião cresce para um número de 8 a 16 células. Quando o embrião chega a oito células, as que estão em seu interior (marcadas de vermelho no vídeo abaixo) continuam a desenvolver o corpo do rato, enquanto as células que estão do lado de fora (marcadas de azul) vão formar a placenta.

Esta técnica também poderia ser usada em embriões humanos, dizem os pesquisadores, e pode ajudar a responder a seguinte pergunta: exatamente quando as células do embrião começam a se diferenciar nos diversos tipos celulares?

Você pode conferir o artigo na íntegra (em inglês) através deste link.

Fonte: Science Magazine, Nature.

Igor Cunha

Biomédico, formado pela Faculdade do Espírito Santo - UNES, Mestre em Biociências e Biotecnologia na UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

Últimos posts por Igor Cunha (exibir todos)

Igor Cunha

Biomédico, formado pela Faculdade do Espírito Santo - UNES, Mestre em Biociências e Biotecnologia na UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: