Genoma de percevejos apresentam misteriosos segredos sobre sexo estranho e violento

No conflito sangrento entre os seres humanos e os percevejos, os seres humanos adquiriram inteligência sem precedentes sobre o inimigo. Os pesquisadores descreveram a sequência do genoma do percevejo comum (Cimex lectularius) em um par de artigos publicados no dia 02 de fevereiro na Nature Communications.

Uma equipe liderada por Jeffery Rosenfeld, do Museu Americano de História Natural, em Nova York, sequenciou o genoma do bicho durante os cinco estágios do seu ciclo de vida e viram que o período seguinte ao da sua primeira refeição de sangue humano é marcado por grandes mudanças genéticas.

main_bed-bug-close-up
Os percevejos vem alimentando-se dos seres humanos por no mínimo 3.000 anos. E nas últimas duas décadas, as populações dessa praga tem crescido, provavelmente estimulada pela resistência a pesticidas e pelo aumento das viagens globais. Uma nova análise genética produz pistas para esse sucesso. Fonte: Science News.

A equipe também usou a sequência do genoma para comparar populações de percevejos em estações de metrô de Nova York (sem surpresa, percevejos do Bronx estão mais estreitamente relacionados com outros percevejos do Bronx).

Em um segundo trabalho, Joshua Benoit, da Universidade de Cincinnati, e seus colegas, viram conexão entre alguns genes relacionados às práticas de acasalamento violentas dos percevejos, a sua capacidade de farejar os seres humanos, aos produtos químicos salivares que deixam os humanos desconhecendo a sua mordida e enzimas que ajudam o bicho no processo de retirada do sangue.

Ambas as equipes sinalizaram genes de membros-chave do microbioma do percevejo e genes envolvidos em diferentes mecanismos de resistência a inseticidas. As descobertas podem levar a meios mais eficazes de controlar as populações de percevejos em cidades ao redor do mundo.

Matéria traduzida originalmente da revista Science News.

Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.
Vinicius Mussi

Últimos posts por Vinicius Mussi (exibir todos)

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: