Verduras guardadas em sacolas favorecem o crescimento de Salmonella

Sacolas com verduras antigas, esquecidas no fundo da sua geladeira, provavelmente deveriam estar nas pilhas de compostagem ao invés de estar em seu prato de jantar.

O líquido que se acumula no fundo da mistura de verduras ensacadas é o meio de cultivo perfeito para a bactéria Salmonella, que pode ser patogênica para os humanos, de acordo com estudo publicado na revista Applied and Environmental Microbiology.

O culpado? O líquido que sai das folhas cortadas ou danificadas. Após cinco dias na geladeira, pequenas quantidades do “suco” que sai das plantas acelera o crescimento da Salmonella. As bactérias cresceram avidamente nos sacos plásticos, se prendendo persistentemente nas folhas das verduras, tão forte que nem a lavagem removeu os microrganismos.

O sucesso da Salmonella dentro dos sacos plásticos de verduras serve como um alerta importante para que os produtores evitem a contaminação bacteriana desde o plantio até o processamento dos vegetais. Também serve de alerta para que os consumidores consumam esses vegetais antes que fiquem velhos e comecem a formar esse caldo no fundo das sacolas.

Matéria adaptada da revista Science News.

Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.
Vinicius Mussi

Últimos posts por Vinicius Mussi (exibir todos)

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF – Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: