Humanos já viviam no Brasil há mais de 20 mil anos

As pessoas caçavam preguiças gigantes no centro da América do Sul cerca de 23.120 anos atrás, dizem os pesquisadores. Um novo achado é uma evidência de que os humanos chegaram à América do Sul bem antes dos caçadores de Clovis (ou paleoíndios), que percorreram a América do Norte há aproximadamente 13.000 anos atrás.

A evidência da presença de pessoas no abrigo rochoso de Santa Elina, localizado em uma zona florestal do centro-oeste do Brasil, há muito tempo levanta questões sobre como as pessoas chegaram à América do Sul. Os primeiros habitantes podem ter vindo pela costa do Pacífico em canoas, antes de se dirigirem por 2.000 quilômetros até o remoto abrigo rochoso de Santa Elina, ou então podem ter seguido por uma rota terrestre que partiu da América do Norte, de acordo com o trabalho publicado na revista Antiquity pelo arqueólogo Denis Vialou, do Museu Nacional de História Natural em Paris, e seus colegas. Outros locais sul-americanos supostamente ocupados pelos humanos na Idade da Pedra encontram-se muito mais perto da costa do que de Santa Elina.

As escavações em Santa Elina, realizadas de 1984 a 2004, revelaram três camadas de sedimentos contendo numerosos artefatos de pedra e ossos de preguiças gigantes chamadas Glossotherium. Os restos de preguiça incluíam pequenas placas ósseas e a pele que os seres humanos transformavam em alguns tipos de ornamentos, adicionando entalhes e furos. As camadas de sedimentos também continham restos de lareiras.

Três métodos de datação, aplicados a partículas de carvão, sedimentos e ossos de preguiças, indicaram que as pessoas chegaram a Santa Elina há mais de 20 mil anos. Além disso, os seres humanos voltaram a visitar o abrigo rochoso cerca de 10.120 a 2.000 anos atrás, de acordo com os pesquisadores.

Matéria traduzida da revista Science News.

Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.
Vinicius Mussi

Vinicius Mussi

Capixaba, graduado em Biomedicina, com especialização em Saúde Pública e mestre em Biociências e Biotecnologia pela UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

%d blogueiros gostam disto: